16 maio 2008

limao.com.br? Não sei!

Essa semana na disciplina de Mídia que tenho na faculdade, minha turma recebeu a visita da representante comercial do Grupo Estado em Porto Alegre.

A moça chegou lá e se demonstrou bem despreparada pra passar informações, acabou caindo em contradições e ficou sem resposta para algumas perguntas, tendo que dizer que "não sabia o por quê" (!!) quando questionada pelos futuros publicitários.

O que eu pude extrair da palestra, foi que o site limao.com.br pertence ao Grupo Estado. Não fazia idéia a quem o site pertencia, nem qual era a sua verdadeira proposta e a que público ele era dirigido.

Pra descobrir essas informações, nada melhor do que ter usado a oportunidade e perguntar pra quem trabalha com isso, não é mesmo? Claro, e foi isso o que eu fiz. Só que, como resposta, a moça disse primeiro que "não sabia".

Reformulei a pergunta, comentando que o site aparentava ser direcionado ao público que estava entrando na Internet, só que ao mesmo tempo era um site muito pesado, e encontrava-se em um paradoxo, por que quem está iniciando na Internet, em geral, tem uma conexão mais lenta.

Com mais tempo pra pensar, enquanto eu perguntava, ela disse, então, que o site era direcionado pra um público jovem, ainda sem foco em classes sociais, por que o "o site ainda está em versão Beta. E tá em beta por que o público dele tá sempre mudando, aí o site vai mudando. E a gente só vai saber quando parar, aí tiramos o Beta.".

Inicialmente, achei tudo o que ela disse, uma grande besteira. Mas, depois de colocar o assunto em discussão com a Giseleh, ela concordou que a representante do Estadão pecou ao não saber responder a que público se direcionava o site, além de ter dito que quando o site parar de mudar, eles vão tirar o Beta.

"Só que entendendo um pouco do assunto, sabemos que não existe isso de "parar de mudar". Por outro lado, as pessoas adotam as tecnologias para usos que quem desenvolveu não pensou, talvez por isso ela ache cedo para dizer qualquer coisa sobre o público que está usando. Por outro lado, algum público alvo eles devem ter em mente, já que tem todo um investimento de mídia, como na TV."

Tudo bem, é possível que eles realmente estejam testando o site, inicialmente, mas, a maneira como a representante respondeu, demonstrou que não sabia do que estava falando. Ela não tinha domínio sobre o produto que ela mesmo vende. Foi despreparada pra palestra, só leu slides - isso quando não passou-os direto, sem nem comentar o que diziam.

A palestra foi triste, por que enquanto queríamos ter um contato com alguém do mercado, que tenha conteúdo e boas informações pra nos passar, tudo que ela falou qualquer um de nós poderia ter falado.

14 comentários:

  1. Mais uma vez o brasileiro não tem cuidado com o que faz. O que custa treinar o profissional de mídia, elaborar tipo uma F.A.Q e conhecer o produto que está sendo vendido/divulgado, me diz???? O que eu mais vejo hoje é gente vendendo produtos que a pessoa não sabe pra que serve, mas que decorou um script e só fala aquilo e pronto. Isso é um saco, mas é Brasil.

    ResponderExcluir
  2. Se eu soubesse que o email seria citado, tinha escrito um pouco melhor. :-P

    ResponderExcluir
  3. Hahahaha, e se o Limão depender dela, vai ficar podre, não é mesmo?

    Com o limão eu tive ódio à primeira vista. Lento (e olha que uso velox ¬¬), pesado, e cheio de coisas pouco úteis para mim.

    Enfim, prefiro o Myspace, apesar de usar pouco.

    ResponderExcluir
  4. Hmm
    e que ano você está? SE você falar que está no primeiro está se achando!

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. hauahuahauahua ..

    Que abigobalda boçal !!
    Se eu estive lá teria mandado esta mocinha chupar limão !! =D

    ResponderExcluir
  7. Eita! Pela campanha deles na TV, esperava uma coisa melhor. Ou pelo menos que ela soubesse o peixe que ela tava vendendo né?! rs

    Abs

    ResponderExcluir
  8. Nossas expectativas são frustradas nesses casos. Mas, saiba o seguinte: não culpe a moça por esse despreparo, pois, muitas vezes, meros funcionários são escalados por superiores ainda mais despreparados para cumprirem ações imediatas e sem prévio aviso de seus objetivos. Abs

    ResponderExcluir
  9. Eu particularmente não achei o site limão pesado, devem ter mudado, já estamos em 2012 e o site ainda está em fase beta!

    ResponderExcluir